A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, CPLP, tem de aprofundar e melhorar a vida dos cidadãos dos seus países, quem o diz é o ministro dos Negócios Estrangeiros de Angola. Manuel Augusto falava em Lisboa à margem da tomada de posse do novo Secretário-executivo da organização, Francisco Ribeiro Telles:

"A comunidade pode deixar de se ocupar muito da língua e de poemas e partir para coisas mais concretas que correspondam às expectativas dos povos. (...) Devemos dar um cariz de cooperação económica e técnica à nossa comunidade, para não ser vista como uma comunidade de românticos", afirmou o chefe da Diplomacia angolana aos jornalistas.

De acordo com o ministro o potencial de cooperação económica entre os países da CPLP deve ser explorado, naturalmente que a língua portuguesa, denominador comum, não deve ser abandonada mas é preciso agir-se de forma mais concreta, indo ao encontro das necessidades dos mais jovens.

Manuel Augusto, como outros altos dignitários dos países de expressão portuguesa deslocaram-se a Lisboa para a tomada de posse do Secretário-geral da CPLP, que inicia funções a um de janeiro próximo.

 

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Papa Francisco apela à união em Moçambique

Foi frente a cerca de 80 mil fiéis, num dia de chuva, que o ...

Moçambique    07 setembro 2019

Papa encoraja jovens moçambicanos a serem tenazes

Francisco lembrou, a propósito, a figura de Eusébio. No enco...

Moçambique    06 setembro 2019

Guiné-Bissau e Moçambique vencem jogo de apuramento para o Mundial

Ambas as selecções ganharam por uma bola a zero no terreno d...

Geral    06 setembro 2019

Papa já está em Moçambique

Francisco chegou ontem a Maputo, tendo sido recebido em ambi...

Moçambique    05 setembro 2019

Presidente da América do Sul vão apelar à protecção da Amazónia

Chefes de Estado da região preparam, para amanhã, o lançamen...

Brasil    05 setembro 2019