Chegaram a Angola seis dos 17 navios patrulha encomendados, em 2016, pelo então chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos. Compra feita à empresa Privinvest, dos Emirados Árabes Unidos, e que custou aos cofre do Estado 405 milhões de euros. O contrato, publicado em decreto presidencial em agosto de 22016, prevê ainda a construção de um estaleiro naval, decisão anunciada um mês depois pelo presidente do grupo contratado, que seria uma contrapartida pelo adjudicação do contrato. João Lourenço justificava, na altura, a compra com necessidade de implementar o projeto de Vigilância Marítima da Costa Angolana. O processo chegou a estar parado, por falta de verbas, mas acabou por avançar, já com João Lourenço, no ano passado. 

A Privinvest Shipbuilding Investments LCC, grupo que inclui várias empresas da área da construção naval, está envolvida no escândalo das "dívidas escondidas", desencadeado em abril de 2016 em Moçambique. Na altura o Fundo Monetário Internacional e um grupo de doadores internacionais anunciaram ter descoberto que tinham desaparecido cerca de dois mil milhões de dólares, o que levou ao congelamento dos apoios estrangeiros ao país e a uma auditoria a dívidas que se viria a descobrir tinham sido escondidas, entre 2012 e 2013. Um processo que envolve o antigo ministro das Finanças moçambicano, Manuel Chang, que foi há poucos das detido na África do Sul.  

Na altura da assinatura do contrato, João Lourenço era ministro da Defesa, e num relatório da consultora EXX Africa questionava-se a credibilidade do país pelo facto de estar a fazer um acordo com um empresa envolvida no escândalo moçambicano. A EXX Africa escrevia, no documento, que havia "indícios cada vez maiores de envolvimento, de líderes políticos angolanos, no escândalo moçambicano".

 

(Foto: https://www.privinvest.com/image-gallery/)

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Cabo Verde primeiro país africano a aderir à descarbonização dos transportes

A cerimónia de adesão à referida Aliança decorreu hoje, 24 d...

Cabo Verde    24 abril 2019

Tribunal reduz pena a Lula da Silva

O Superior Tribunal de Justiça do Brasil decidiu passar de 1...

Brasil    24 abril 2019

Aprovada proposta de lei para criação de autarquias em Angola

Foi aprovada, pelo Parlamento angolano, na generalidade, a p...

Angola    23 abril 2019

Presidente de Moçambique na China

Filipe Nyusi está, em Pequim, para participar no segundo Fór...

Moçambique    22 abril 2019

Países lusófonos entre a boa e a difícil situação no que toca a liberdade de imprensa

Portugal subiu dois lugares na classificação dos Repórteres ...

Geral    22 abril 2019