Os trabalhadores do sector privado são os abrangidos por este aumento, depois do executivo ter aplicado uma subida de 50 por cento nos vencimentos dos funcionários públicos, em Janeiro.

Assim, o salário mais baixo na agricultura passa a ser de 21 mil e 454 kwanzas, enquanto que no comércio e na indústria extractiva foi colocado, respectivamente, em perto de 27 mil e ligeiramente acima de 32 mil kwanzas. Em euros, vai de pouco mais de 60 a quase 91 mensais.

Com esta decisão, o Governo pretende “recuperar o poder de compra das famílias e manter a estabilidade e o equilíbrio”.

A medida foi concertada com responsáveis patronais e sindicais.

No Estado o vencimento mais baixado é de 33 mil Kwanzas.

As pensões da Proteção Social Obrigatório foram também revistas pelo executivo, passando a mínima a ser de 33 e quase 600 kwanzas.

 

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Demitidos dois Ministro na Guiné-Bissau

O chefe do Governo guineense exonerou os titulares das pasta...

Guiné-Bissau    17 maio 2019

Milhares de brasileiros protestaram contra o Governo de Bolsonaro

As manifestações decorreram em mais de duas centenas de cida...

Brasil    16 maio 2019

Angola candidata-se à Organização Internacional da Francofonia

Aquele país lusófono pretende ser membro observador da comun...

Angola    16 maio 2019

Universitários brasileiros protestam contra cortes nos financiamentos

À iniciativa de estudantes que frequentam o ensino superior ...

Brasil    15 maio 2019

Presidente de Moçambique preocupado com ataques no Norte do país

Pela primeira vez, Filipe Nyusi assumiu publicamente a gravi...

Moçambique    15 maio 2019