O aumento foi de quase 60 por cento em comparação com os dados de 2017. Isto é, mais 26 mil 301. Este crescimento resulta do crescimento dos furtos – mais de 50 por cento – e das ofensas corporais – quase 40 por cento acima do ano anterior. 

A maioria das ofensas corporais são graves e verificaram-se, de forma preponderante, na Província de Luanda

Em 2018 a Polícia angolana registou quase 18 mil furtos e perto de 17 mil e 800 ofensas corporais. Os homicídios voluntários não chegaram aos mil e 500, enquanto os autos por uso e tráfico de estupefacientes ultrapassou os dois mil. Ambos os crimes registaram aumentos de, respectivamente, 17 e 63 por cento.

No total, o relatório sobre Segurança Pública no ano transacto, revela a ocorrência de 72 mil 174 transgressões, sete por cento dos quais cometidas com arma de fogo.

De notar que os agentes da autoridade fizeram também mais detenções. O crescimento de presumíveis criminosos presos situou-se em quase 50 mil, uma subida de perto de 38 por cento.

Por outro lado, a Polícia registou menos crimes económicos do que em 2017. Nesse ano o relatório indica dois mil 370, mais 545 do que em 2018.

A maioria dos crimes, 62 por cento, verificou-se em seis das 18 Províncias do país. As seis mais são Luanda, Benguela, Bié, Huíla, Huambo e Cuando Cubango.

De acordo com a Polícia a maioria dos crimes são praticados por jovens.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Demitidos dois Ministro na Guiné-Bissau

O chefe do Governo guineense exonerou os titulares das pasta...

Guiné-Bissau    17 maio 2019

Milhares de brasileiros protestaram contra o Governo de Bolsonaro

As manifestações decorreram em mais de duas centenas de cida...

Brasil    16 maio 2019

Angola candidata-se à Organização Internacional da Francofonia

Aquele país lusófono pretende ser membro observador da comun...

Angola    16 maio 2019

Universitários brasileiros protestam contra cortes nos financiamentos

À iniciativa de estudantes que frequentam o ensino superior ...

Brasil    15 maio 2019

Presidente de Moçambique preocupado com ataques no Norte do país

Pela primeira vez, Filipe Nyusi assumiu publicamente a gravi...

Moçambique    15 maio 2019