A Assembleia Nacional de Angola aprovou o Orçamento Geral do Estado Revisto para 2019 mas com os votos contra do principal partido da oposição. O documento passou com 126 votos a favor, do partido no poder, o MPLA, 60 contra, da UNITA e CASA-CE e três abstenções do PRS e FNLA.

Através das redes sociais Adalberto Costa Gomes, líder da bancada parlamentar da União Nacional Para a Independência Total de Angola explicou que a verba inicialmente prevista para o sector social foi reduzida com o orçamento revisto. Isso justificou o voto contra:

"O Governo falta à verdade quando escreve no seu relatório de fundamentação, que “com esta revisão manterá os recursos destinados ao sector social, como contemplado na programação orçamental do OGE de 2019”! O Grupo Parlamentar da UNITA votou contra porque com esta revisão, a verba inicialmente prevista para o sector social reduz 18%, sendo que o inicial já sofria uma redução de 8% em relação a 2018. O Governo prossegue faltando à verdade, quando afirma que “serão priorizadas as áreas da saúde, da educação e do apoio ao desenvolvimento de uma rede de segurança social para os segmentos mais vulneráveis da população”. Como, se a saúde reduziu 22% com a revisão e a educação 5%?", lê-se no referido documento. 

Também a Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral, CASA-CE, votou contra o Orçamento Geral do Estado Revisto para 2019.  formação diz que o documento não prevê "políticas objetivas", que permitam a "verdadeira diversificação da economia nos setores da agricultura e da indústria transformadora".

As únicas formações que se abstiveram foram o Partido da Renovação Social, que tem dois deputados no Parlamento e a Frente Nacional de Libertação de Angola que tem um assento na Assembleia Nacional de Angola.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Presidente de Timor solicita constitucionalidade de diplomas aprovados no Parlamento

Em causa está a nova formulação das Leis do Fundo Petrolífer...

Timor-Leste    13 agosto 2019

Alemanha suspende investimentos no Brasil

Na base da decisão está a política ambiental do Governo Bras...

Brasil    12 agosto 2019

Há 500 anos começava a primeira viagem de circum-navegação

Há 500 anos o português Fernão de Magalhães e o espanhol Seb...

Portugal    10 agosto 2019

Angola e Cabo Verde acordam fim da dupla tributação

Os governos de Angola e Cabo Verde assinaram, quinta-feira e...

Geral    09 agosto 2019

Umaro Sissoco Embaló é candidato às Presidenciais

O MADEM-G15, Movimento para a Alternância Democrata – G15, r...

Guiné-Bissau    09 agosto 2019