O ex-dirigente da UNITA e da CASA-CE pretende que o Partido do Renascimento Angolano – Juntos por Angola se apresente às Eleições Autárquicas do próximo ano.

A nova força partidária foi criada, em Assembleia, realizada hoje, em Luanda. Os participantes aprovaram a sua designação, bandeira e bases programáticas.

o PRA JA resultou de processo de auscultação de cidadãos angolanos em várias províncias do país. Abel Chivukuvuku realizou sete conferências regionais, em três meses, no âmbito do movimento Por Angola Pronto para o Soar do Apito.

O antigo assessor político de Jonas Savimbi promete a legalização da Comissão Instaladora no decorrer deste mês, bem como a realização do Primeiro Congresso do partido no primeiro trimestre do ano que vem, depois de apresentar entre 30 a 50 mil assinaturas, no Tribunal Constitucional, formalidade que lhe permitirá participar nas primeiras Eleições Autárquicas angolanas.

O político garante, para depois da legalização, a abertura de sedes do partido “em todo o território nacional”.

Abel Chivukuvuku candidatou-se à Presidência da UNITA, em 2007, tendo perdido essa corrida para Isaís Samakuva. Depois de sair do partido do galo negro, liderou a CASA-CE, uma coligação de partidos formada para as Eleições Gerais de 2012. Este ano, foi afastado daquele movimento.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Presidente de Timor solicita constitucionalidade de diplomas aprovados no Parlamento

Em causa está a nova formulação das Leis do Fundo Petrolífer...

Timor-Leste    13 agosto 2019

Alemanha suspende investimentos no Brasil

Na base da decisão está a política ambiental do Governo Bras...

Brasil    12 agosto 2019

Há 500 anos começava a primeira viagem de circum-navegação

Há 500 anos o português Fernão de Magalhães e o espanhol Seb...

Portugal    10 agosto 2019

Angola e Cabo Verde acordam fim da dupla tributação

Os governos de Angola e Cabo Verde assinaram, quinta-feira e...

Geral    09 agosto 2019

Umaro Sissoco Embaló é candidato às Presidenciais

O MADEM-G15, Movimento para a Alternância Democrata – G15, r...

Guiné-Bissau    09 agosto 2019