Arranca hoje o XIII Congresso Ordinário da UNITA, União Nacional para a Independência Total de Angola, o principal partido da oposição em Angola, no município de Viana, em Luanda. 

O conclave decorre até dia 15 e dele sairá o sucessor de Isaías Samakuva, atual presidente, da formação do "Galo Negro", que geriu o partido nos últimos 16 anos.  

Na corrida estão cinco candidatos: o atual presidente do grupo parlamentar do partido, Adalberto da Costa Júnior, o vice-presidente, Raul Danda, o porta-voz da formação, Alcides Sakala, o deputado José Pedro Katchiungo e o General Abílio Kamalata Numa. O vencedor terá de conseguir 50 por cento dos votos mais um, caso contrário haverá segunda volta.

Nos últimos dias os candidatos fizeram campanha e desdobraram-se em eventos e encontros para conseguir apoios e conquistar os 1.150 delegados ao congresso.

O vencedor será o terceiro presidente da UNITA depois de Samakuva e do e líder histórico, o falecido Jonas Savimbi, que fundou o partido em 1966.

No congresso será ainda debatida, e entre outras coisas, a imposição de limites aos mandatos.

 

 

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019

Autoridades portuguesas desmantelam rede de imigração ilegal

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras desarticulou um grupo...

Portugal    22 dezembro 2019

Pesticidas fatais para abelhas predominantes em fruta e hortaliças do Brasil

A Agência de Vigilância Sanitária verificou que mais de meta...

Brasil    21 dezembro 2019

Estado angolano procura resgatar milhões de euros

A verba – estimada em perto de seis mil milhões de euros – f...

Angola    20 dezembro 2019

Parlamentares recusam participar na contenção da despesa pública de Timor

A maioria dos deputados rejeitou a proposta, feita pelo Gove...

Todas as Notícias    15 dezembro 2019