O Ministro brasileiro da Transparência demitiu-se do cargo, após a revelação de escutas em que aparece a criticar a operação “Lava Jacto”.

Fabiano Silveira é o segundo Ministro a deixar o Governo. As ocorrências sucedem no espaço de 18 dias após o executivo de Michel Temer tomar posse.

O ex-governante foi apanhado a criticar a operação “Lava Jacto”, em conversa com o  Presidente do Senado.

Na carta de demissão, Fabiano Silveira nega que as suas palavras sejam de oposição aos trabalhos do Ministério Público e que nunca intercedeu a favor de terceiros junto de órgãos públicos.  

No entanto, o demissionário considera que a situação em que se viu envolvido “involuntariamente” poderia ter reflexos no cargo de ministro e, assim, decidiu deixar o “Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle”.

No Congresso, muitos parlamentares consideraram que seria “insustentável” manter no cargo Fabiano Silveira, como inicialmente se aventou, dado que tinha como responsabilidade combater a corrupção, bem como controlar, descobrir e evitar fraudes.

O Ministro brasileiro do Planeamento foi a primeira baixa do Governo de Michel Temer.

Romero Jucá suspendeu após a revelação de conversas telefónicas em que sugere que uma "mudança" no Governo Federal poderia levar a um pacto para "estancar a sangria" representada pela Operação Lava Jato.

Desconhece-se quem vai substituir Fabiano Silveira no cargo de Ministro da Transparência.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019