Há dezenas de mortes e centenas de desaparecidos. A enxurrada provocada pela ruptura do dique afectou também a fauna e a flora. A infra-estrutura, localizada em Brumadinho, é propriedade da empresa mineira Vale.

A construção era uma das 22 barragens, de Minas Gerais, consideradas – instáveis –  pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável daquele Estado.

Há três anos, um acidente noutra represa daquela companhia brasileira provocou a morte e a devastação na Região. A ruptura, ocorrida em Mariana, gerou o maior desastre ambiental ocorrido em território brasileiro.

O colapso da barragem de Brumadinho libertou água equivalente a 20 mil piscinas olímpicas, assim como uma tonelada de resíduos tóxicos.

Segundo especialistas, a estrutura estava mal localizada e utilizava materiais inadequados.

Brumadinho e Mariana eram barragens de acumulação de resíduos nocivos para o meio ambiente.

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Carlos Gomes Júnior apresenta candidatura a Presidente da Guiné-Bissau

O antigo Primeiro-Ministro guineense promete lutar, de forma...

Guiné-Bissau    14 agosto 2019

Presidente de Timor solicita constitucionalidade de diplomas aprovados no Parlamento

Em causa está a nova formulação das Leis do Fundo Petrolífer...

Timor-Leste    13 agosto 2019

Alemanha suspende investimentos no Brasil

Na base da decisão está a política ambiental do Governo Bras...

Brasil    12 agosto 2019

Companhia Aérea de Cabo Verde retoma voos domésticos

A empresa vai operar para as ilhas de Santiago e São Vicente...

Cabo Verde    12 agosto 2019

Há 500 anos começava a primeira viagem de circum-navegação

Há 500 anos o português Fernão de Magalhães e o espanhol Seb...

Portugal    10 agosto 2019