As manifestações decorreram em mais de duas centenas de cidades do país. Os manifestantes protestavam contra o congelamento de verbas anunciado pelo Ministério da Educação e a Reforma da Previdência.

Estas iniciativas reuniram não só estudantes, docentes e funcionários das universidades, mas também outras pessoas. Mais de dois milhões de pessoas encheram as ruas do Brasil, gritando frases de ordem contra o governo e empunhando cartazes ou segurando faixas com frases de protesto

Estabelecimentos de ensino estiveram encerrados, depois de sindicatos terem apresentado convocatórias de greve.

Jair Bolsonaro reagiu aos protestos, nos Estados Unidos, classificando aqueles que se manifestaram como “imbecis” e “idiotas úteis” manipulados por “minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais no Brasil”.

O Estado de graça de Jair Bolsonaro durou pouco mais de quatro meses. Este foi o primeiro grande protesto contra o Bolsonaro, quebrando um periclitante “estado de graça” que não chegou a um semestre.

No Parlamento, o Ministro da Educação defendia, durante os protestos, defendia que as cativações resultavam da queda da receita tributária, no primeiro trimestre do ano, tratando-se de suspensão temporária para cumprir a lei da responsabilidade fiscal do país.

As manifestações de ontem, promovidas pela União de Estudantes do Brasil, serviram de ensaio para uma futura paralisação geral das Universidades do país., caso o Governo não recue nos cortes de financiamento à Universidades.

 

 Foto: facebook@uneoficial

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Luto Nacional em Cabo Verde por morte do 1º bispo cabo-verdiano

O governo de Cabo Verde decretou dois dias de Luto Nacional ...

Cabo Verde    19 junho 2019

Cimeira de Negócios Estados Unidos e África decorre em Maputo

A iniciativa vai de hoje a sexta-feira, envolvendo delegaçõe...

Moçambique    18 junho 2019

Fim da crise política na Guiné-Bissau?

A poucos dias do final do seu mandato, enquanto presidente d...

Guiné-Bissau    18 junho 2019

Corrupção e novos rostos no VII Congresso Extraordinário do MPLA

O VII Congresso Extraordinário do MPLA terminou com novidade...

Angola    18 junho 2019

Portugal entre os países mais seguros do mundo e da Lusofonia

Portugal é considerado, pelo Global Peace Index 2019, como o...

Portugal    15 junho 2019