A classificação foi aprovada pelo Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da UNESCO.

A canção tradicional de Cabo Verde tinha recebido, o mês passado, o aval da Comissão de Peritos que analisou a Candidatura apresentada pelo Governo da antiga colónia portuguesa.

Os delegados de uma vintena de países nada tiveram a opor, a questionar ou a acrescentar ao parecer do referido grupo de especialistas, pelo que a “decisão foi adoptada” a título oficial.

Assim, a Morna passa a estar inscrita na lista das expressões de relevo cultural de interesse global.

A decisão é acompanhada de uma recomendação para que o Governo de Cabo Verde preste atenção à conservação e inventariação deste género musical, de forma a protegê-lo e conservá-lo.

A confirmação da Morna como Património Cultural Imaterial da Humanidade ocorreu, ontem, na capital da Colômbia, durante o terceiro dia de trabalhos da reunião do Comité para Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Amanhã a comissão intergovernamental reunida em Bogotá vai analisar a candidatura, apresentada pelo Executivo português, de elevação dos Caretos de Podence a Património da Humanidade.

A junta integra membros dos Governos da Arménia, Áustria, Azerbaijão, Camarões, China, Chipre, Colômbia, Cuba, Djibuti, Filipinas, Guatemala, Jamaica, Japão, Cazaquistão, Kuwait, Líbano, Maurícias, Holanda, Palestina, Polónia, Senegal, Sri Lanka, Togo e Zâmbia.

A Morna junta-se ao Fado, ao Cante Alentejano e ao Reggea como Património da Humanidade.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019

Autoridades portuguesas desmantelam rede de imigração ilegal

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras desarticulou um grupo...

Portugal    22 dezembro 2019

Pesticidas fatais para abelhas predominantes em fruta e hortaliças do Brasil

A Agência de Vigilância Sanitária verificou que mais de meta...

Brasil    21 dezembro 2019

Estado angolano procura resgatar milhões de euros

A verba – estimada em perto de seis mil milhões de euros – f...

Angola    20 dezembro 2019

Parlamentares recusam participar na contenção da despesa pública de Timor

A maioria dos deputados rejeitou a proposta, feita pelo Gove...

Todas as Notícias    15 dezembro 2019