A Missão da União Africana faz um balanço positivo das Eleições Legislativas na Guiné-Bissau. Com base no trabalho desenvolvido pelos seus observadores em 143 mesas de voto, a organização considera que a votação e o escrutínio decorreram "num clima de paz e serenidade", bem como de acordo com as práticas internacionais e as Leis do país. 

No final de uma longa declaração, proferida pelo chefe da missão, o são-tomense Joaquim Rafael Branco, antigo Primeiro-ministro do seu país , e nome da entidade que representa recomenda que a Comissão Nacional de Eleições seja dotada "dos meios necessários" ao "exercício das suas funções"  e que o recenseamento eleitoral seja melhorado. Do relatório preliminar consta também a sugestão aos partidos relativa à preservação do diálogo politico, da tolerância e do consenso.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

União Africana satisfeita com desempenho eleitoral da Guiné-Bissau

A Missão da União Africana faz um balanço positivo das Eleiç...

Guiné-Bissau    12 março 2019

PRS afasta cenário de maioria absoluta na Guiné-Bissau

O Partido da Renovação Social, PRS, foi o último, das princi...

Guiné-Bissau    12 março 2019

PAIGC clama vitória, MADEM - G15 diz que não há governo sem coligação

PAIGC e MADEM - G15 reagiram ontem, não aos resultados ou pr...

Guiné-Bissau    12 março 2019

CEDEAO faz avaliação positiva das Legislativas guineenses

Em conferência de imprensa, de apresentação da declaração pr...

Guiné-Bissau    12 março 2019

Portugal é campeão europeu de Atletismo em Pista Coberta INAS

A seleção portuguesa de Atletismo ANDDI/FPA19 conquistou...

Portugal    10 março 2019