Através de comunicado a chefe da diplomacia da União Europeia defendeu que a Guiné-Bissau precisa, rapidamente, de um novo Primeiro-ministro. Para Federica Mogherini, como aliás tinham já defendido Portugal e as Nações Unidas, o facto da mesa da Assembleia Nacional Popular não ter todos os seus elementos não deve atrasar o processo de nomeação do chefe do executivo guineense pelo Presidente do país.

O impasse mantém-se há quase três meses. José Mário Vaz, o chefe de Estado, recusa-se a proceder à nomeação de Primeiro-ministro enquanto a referida mesa não estiver, totalmente formada. Mas, para Mogherini, esse pressuposto não se coloca:

"Segundo a Constituição é prerrogativa do Presidente indicar, em tempo útil, um novo Primeiro-ministro em conformidade com os resultados eleitorais. (...) A eleição da mesa da Assembleia Nacional não deve atrasar a nomeação de um novo primeiro-ministro", lê-se no referido documento.

A Alta Representante da União para a Política Externa lança um alerta: "a situação económica" do país "é crítica e as tensões aumentam enquanto o governo não for empossado".

Mogherini lembra ainda outra questão importante, a marcação das eleições Presidenciais que devem acontecer, diz a chefe da Diplomacia Europeia, "entre 23 de outubro e 25 de novembro".

O PAIGC venceu as Legislativas de 10 de março mas, e apesar te ter encontrado parceiros de coligação para poder governar, continua à espera que o chefe de Estado dê posse ao Primeiro-ministro que será o líder da formação, Domingos Simões Pereira. 

 

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Luto Nacional em Cabo Verde por morte do 1º bispo cabo-verdiano

O governo de Cabo Verde decretou dois dias de Luto Nacional ...

Cabo Verde    19 junho 2019

Cimeira de Negócios Estados Unidos e África decorre em Maputo

A iniciativa vai de hoje a sexta-feira, envolvendo delegaçõe...

Moçambique    18 junho 2019

Fim da crise política na Guiné-Bissau?

A poucos dias do final do seu mandato, enquanto presidente d...

Guiné-Bissau    18 junho 2019

Corrupção e novos rostos no VII Congresso Extraordinário do MPLA

O VII Congresso Extraordinário do MPLA terminou com novidade...

Angola    18 junho 2019

Portugal entre os países mais seguros do mundo e da Lusofonia

Portugal é considerado, pelo Global Peace Index 2019, como o...

Portugal    15 junho 2019