Segundo Aristides Gomes a tentativa de mudança da ordem constitucional visa “interromper o processo da preparação das Eleições Presidenciais do próximo mês.

De acordo com o Chefe de Governo guineense, o cabecilha da intentona “está devidamente identificado de forma inequívoca e chama-se Umaro Sissoco Embalo”.

O acto “conduziria à prisão do Primeiro-Ministro, assim como de alguns ministros” e seria concretizado no seguimento de "acções de vandalismo” preparadas “para as próximas horas", revelou o dirigente.

Neste contexto, aquele político apela aos guineenses para estarem na “sua máxima atenção e vigilância”.

Também reafirma a determinação do executivo para continuar a garantir “todas as condições necessárias para que as eleições presidenciais tenham lugar” a 24 de Novembro.

A campanha para a escolha do futuro Chefe de Estado da Guiné-Bissau está marcada para o período de 1 a 22 de Novembro.

Concorrem 12 candidatos, aprovados pelo Supremo Tribunal de Justiça, entre aquele encontram-se o actual Presidente do País, José Mário Vaz, o dirigente máximo do PAIGC, Domingos Simões Pereira, bem como Umaro Sissoco Embaló. O antigo Primeiro-Ministro conta com o apoio da segunda força política guineense, o Madem.

O partido constituído por dissidente do PAIGC ainda não tomou qualquer posição sobre a denúncia do Chefe do Governo guineense, nem o seu candidato.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019

Ponte desaba no Norte de Moçambique

A queda da infraestrutura deixa milhares de pessoas isoladas...

Moçambique    28 dezembro 2019

Autoridades portuguesas desmantelam rede de imigração ilegal

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras desarticulou um grupo...

Portugal    22 dezembro 2019