Com esta iniciativa, marcada para Julho, Teodoro Obiang pretende o regresso dos emigrantes guinéus equatorianos ao país. A acção tem por objectivo, de acordo com aquele chefe de Estado, “preservar a paz e o desenvolvimento que o país conhece”.

O dirigente convoca, desta forma, os cidadãos do país que se encontram “dispersos na diáspora por razões políticas, por alguns delitos políticos”, a regressar ao país.

As comunidades da Guiné Equatorial no estrangeiro têm desenvolvido acções de oposição ao actual regime, nomeadamente através da formação de partidos políticos que operam a partir de Espanha e França. Um deles, o Partido do Progresso, formou mesmo um Governo no exílio.

Esta é a sexta operação deste tipo lançada pelo Presidente da antiga colónia portuguesa e espanhola. A última, há quatro anos, permitiu a legalização do partido Cidadãos para o Desenvolvimento, entretanto banido pelo regime, depois de conquistar um lugar no Parlamento.

Cerca de 150 militantes da força política foram julgado, acusados de “sedição, desordem pública, atentados à autoridade e ferimentos graves” a agentes de segurança, durante a campanha eleitoral. Vários foram condenados a cumprir penas de prisão de 48 anos.

Teodoro Obiang, de 78 anos de idade, está no poder há perto de meio século.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019