O Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, vai estar, segunda-feira, com a oposição na cerimónia de encerramento daquela que é a sexta mesa de diálogo entre governo e os partidos políticos que fazem parte da oposição no país. Já este sábado, e de acordo com o Primeiro-ministro do país, Francisco Obama Asué, os líderes políticos encontram-se para fechar acordos.

A situação no país continua complexa. Na abertura dos trabalhos da mesa de diálogo Teodoro Obiang pedia "sinceridade e humildade" para ajudar a acabar com aquilo que "põe doente" o país e acrescentava que a iniciativa, estas mesas de diálogo, são uma "oportunidade única para eliminar a desconfiança".

Mas para "o outro lado da barricada", oprimido no país ao longo dos anos, a questão não é assim tão simples. A Convergência para a Democracia Social, principal partido legalizado da oposição, defende que a solução para o país é a demissão do governo e a formação de um novo de transição. A formação quer saber quando serão amnistiados os presos políticos. Até ao momento apenas um, o professor Julián Abaga, detido em dezembro por criticar o chefe de Estado foi libertado, no início do mês.

Em termos políticos o país tem ainda grandes desafios pela frente. Em fevereiro último as autoridades decidiram declarar ilegal o partido Cidadãos pela Inovação.

A Guiné Equatorial é o único Estado da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, organismo ao qual se juntou em 2014, apesar de, até aqui, a língua oficial do país ser o espanhol, onde a Pena de Morte continua a poder ser aplicada.

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Cabo Verde primeiro país africano a aderir à descarbonização dos transportes

A cerimónia de adesão à referida Aliança decorreu hoje, 24 d...

Cabo Verde    24 abril 2019

Tribunal reduz pena a Lula da Silva

O Superior Tribunal de Justiça do Brasil decidiu passar de 1...

Brasil    24 abril 2019

Aprovada proposta de lei para criação de autarquias em Angola

Foi aprovada, pelo Parlamento angolano, na generalidade, a p...

Angola    23 abril 2019

Presidente de Moçambique na China

Filipe Nyusi está, em Pequim, para participar no segundo Fór...

Moçambique    22 abril 2019

Países lusófonos entre a boa e a difícil situação no que toca a liberdade de imprensa

Portugal subiu dois lugares na classificação dos Repórteres ...

Geral    22 abril 2019