Um grupo não identificado matou mais de seis pessoas em Naunde, no Distrito de Macomia. Os assaltantes incendiaram mais de trinta casas, barracas de comércio e duas carrinhas.

Há duas semanas, num ataque a Macímboa da Praia, também em Cabo Delgado, os malfeitores tinham matado dez pessoas. Na sequência desta acção, as forças de segurança abateram oito pessoas nas matas daquela Província, e fizeram algumas detenções.

Segundo a Polícia, o grupo estava ligado àquele ataque, bem como a outros actos terroristas na mesma região. As forças de defesa e segurança de Moçambique perseguiam o grupo desde os últimos acontecimentos na localidade.

Aquela vila, assim como povoações rurais de Cabo Delgado, tem sido alvo de ataques de grupos armados, provocando um número indeterminado de mortos e deslocados, desde finais do ano passado.

No assalto desta madrugada foi também vandalizado o posto de saúde da localidade.

De acordo com um estudo recente a violência na Província de Cabo Delgado estará ligada a redes de comércio ilegal e a movimentos radicais envolvendo tanzanianos, malauianos e moçambicanos.

 

Foto: @joiasousa

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019