O aviso foi feito através da Embaixada dos Estados Unidos em Maputo. Os norte-americanos que se encontram no Distrito de Palma foram instados a abandoná-lo “imediatamente”, na iminência de novos ataques.

Nos últimos dias grupos armados atacaram localidades de Cabo Delgado, matando e ferindo várias pessoas e incendiando as suas casas de colmo.

Entretanto, a Amnistia Internacional aconselhou as autoridades moçambicanas a tomar “medidas imediatas”, incluindo “o reforço de medidas de segurança”, para “proteger a vida dos residentes” nas zonas rurais da Província.

A organização defende a realização de “investigações” que levem ao julgamento dos responsáveis pela acções de violência no extremo norte de Moçambique.

Os actos terroristas estão a semear o pânico entre as populações da região, obrigando- as a abandonar o cultivo das terras e os seus lares. Muitas famílias das zonas flageladas procuraram refúgio na Ilha do Ibo.

As forças de segurança de moçambique têm sido insuficientes para conter os ataques. Até ao momento tomaram conta dos mortos e surpreenderam um grupo armado à beira de um rio. Durante a acção mataram 11 supostos criminosos e fizeram várias detenções.

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019