Foi inaugurado ontem, em Maputo, a capital de Moçambique, o novo edifício-sede do Instituto Nacional de Saúde. A presidir ao evento esteve o Presidente da República, Filipe Nyusi.

O edifício, localizado na Vila de Marracuene, possui novos laboratórios nas áreas de virologia, microbiologia, parasitologia, biologia molecular, imunologia celular, microscopia, entomologia médica, malacologia e serologia. Pela primeira vez, o país está dotado de um laboratório de nível 3 de biossegurança que vai permitir analisar microorganismos. altamente patogénicos, como os vírus das febres hemorrágicas.

A 23 de maio, o Primeiro-Ministro moçambicano, Carlos Agostinho de Rosário, dava posse à nova Direcção Geral do Instituto Nacional de Saúde. O novo director-geral é Ilesh Vinodrai Jani, que tem como seu adjunto Eduardo Samo Gudo Júnior.

Recentemente, o governo de Moçambique redefiniu a natureza, atribuições e competências do INS que passou a instituição tutelada, com o objetivo de intensificar as acções de gestão, regulamentação e fiscalização da actividade relacionada com a geração de provas técnico-científica, no âmbito da Saúde, em Moçambique.

 

(Foto: @frelimo)

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Ao terceiro jogo angolanas ganham e Brasileiras perdem no Mundial de Andebol feminino

A terceira jornada da fase de grupos da competição ditou a p...

Geral    04 dezembro 2019

Primeiro-Ministro de Timor defende Orçamento Geral do Estado

Taur Matan Ruak considera que a despesa inscrita no document...

Timor-Leste    03 dezembro 2019

Governo estuda privatização do Banco do Brasil

A proposta está a ser elaborada pelo Ministério da Economia ...

Brasil    03 dezembro 2019

Sortes diferentes para angolanas e brasileiras no Mundial de Andebol

Na segunda jornada da prova, as representantes de Angola per...

Geral    03 dezembro 2019

Portugal vence Mundial de Futebol de Praia

É a terceira vez que a selecção lusa concretiza esse objecti...

Portugal    02 dezembro 2019