O Instituto de Gestão das Participações do Estado dissolveu o Conselho de Administração das Linhas Aéreas de Moçambique, a companhia aérea estatal deste país de expressão portuguesa. A informação está a ser avançada por órgãos de comunicação locais que acrescentam que a decisão foi tomada em assembleia-geral extraordinária de acionistas.

O Instituto de Gestão das Participações do Estado é a entidade governamental que gere as empresas públicas moçambicanas, entre elas a LAM. 

A situação da companhia aéreanão é das melhores. Esta semana, e noutras no início do ano, centenas de passageiros, com voo entre a Beira e Nampula, ficaram em terra por falta de combustível nas aeronaves. O fornecimento tinha sido suspenso devido à falta de pagamento.

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Ao terceiro jogo angolanas ganham e Brasileiras perdem no Mundial de Andebol feminino

A terceira jornada da fase de grupos da competição ditou a p...

Geral    04 dezembro 2019

Primeiro-Ministro de Timor defende Orçamento Geral do Estado

Taur Matan Ruak considera que a despesa inscrita no document...

Timor-Leste    03 dezembro 2019

Governo estuda privatização do Banco do Brasil

A proposta está a ser elaborada pelo Ministério da Economia ...

Brasil    03 dezembro 2019

Sortes diferentes para angolanas e brasileiras no Mundial de Andebol

Na segunda jornada da prova, as representantes de Angola per...

Geral    03 dezembro 2019

Portugal vence Mundial de Futebol de Praia

É a terceira vez que a selecção lusa concretiza esse objecti...

Portugal    02 dezembro 2019