No final de uma visita a Maputo o chefe da missão do Fundo Monetário Internacional em para Moçambique defendeu aumentos salariais. Em Maputo, o responsável do FMI esclareceu que o incremento, para o próximo ano, deve rondar os 5,5 por cento, nos salários mais baixos, e os dois por cento para os moçambicanos que vão ganhar, no próximo ano, ordenados mais elevados. Ainda assim, aumentos abaixo da inflação projetada, frisou Ricardo Velloso. O aumento salarial deve, segundo o responsável do FMI, estar em linha com a previsão de inflação, ou seja, 5,5 por cento.

O país, de acordo com a mesma fonte, tem o rácio entre os salários e o Produto Interno Bruto, mais alto da África Austral, ou seja, 11 por cento. Portanto, e para que o peso dos salários não seja prejudicial ao crescimento do país, é preciso abrir espaço ao financiamento por parte do setor privado e a despesa tem de ser feita em áreas prioritárias. É preciso, também, continuar a controlar a despesa, limitando as contratações no setor do Estado e deslocalizando funcionários públicos para os setores onde há mais carência.

Desde 2016 que Moçambique enfrenta uma crise económica derivada, e entre outros fatores, dos desastres naturais que assolaram o país, associados à queda dos preços das matérias-primas, no mercado internacional, e à crise daquelas que ficaram conhecidas como "dívidas escondidas" pelas empresas públicas, mais de dois mil milhões de euros.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019