A bancada da Frelimo foi a única que votou a favor da proposta do Governo. Renamo e MDM votaram contra. O documento passou dado que o partido no poder, desde a independência do território, dispõe de maioria absoluta na Assembleia Nacional.

O diploma prevê, no próximo ano, receitas próximas de 250 mil milhões de meticais e despesas de 340 milhões de meticais. Como resultado do desnível, o défice global deverá rondar os nove por cento do Produto Interno Bruto.

Mais de metade dos gastos destas estão consignados à parcela funcionamento, enquanto que 30 por cento vai para investimentos e 12 para operações financeiras. Este acréscimo é resultado das provisões financeiras para as Eleições Gerais e investimento na exploração de gás natural.

De acordo com informações do Governo, o défice, no ano passado, situou-se em 4,6 por cento.

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Carlos Gomes Júnior apresenta candidatura a Presidente da Guiné-Bissau

O antigo Primeiro-Ministro guineense promete lutar, de forma...

Guiné-Bissau    14 agosto 2019

Presidente de Timor solicita constitucionalidade de diplomas aprovados no Parlamento

Em causa está a nova formulação das Leis do Fundo Petrolífer...

Timor-Leste    13 agosto 2019

Alemanha suspende investimentos no Brasil

Na base da decisão está a política ambiental do Governo Bras...

Brasil    12 agosto 2019

Companhia Aérea de Cabo Verde retoma voos domésticos

A empresa vai operar para as ilhas de Santiago e São Vicente...

Cabo Verde    12 agosto 2019

Há 500 anos começava a primeira viagem de circum-navegação

Há 500 anos o português Fernão de Magalhães e o espanhol Seb...

Portugal    10 agosto 2019