As próprias autoridades moçambicanas admitem a existência de casos de roubo de alimentos e donativos. Perante este quadro e preocupado com as reacções internacionais, o Governo apressou-se a prometer fiscalização apertada, bem como a punição dos criminosos.

Por outro lado, a Assembleia de Moçambique aprovou um grupo de trabalho, integrando deputados de todos os partidos com assento parlamentar, para verificar a transparência na ajuda às vítimas.

Esta iniciativa ocorre depois de o Presidente da República ter ordenado a criação de comissão independente para organizar o processo de distribuição de mantimentos aos deslocados vítimas do ciclone.

Há mais de uma semana que estão a chegar a Moçambique donativos em dinheiro e aviões carregados com bens de primeira necessidade, mas esta ajuda perde-se nos aeroportos e não chega a muitas das populações afectadas pelo Ciclone Idai, em particular as rurais.

Nestas circunstâncias, moçambicanos defendem que a organização e o controlo da ajuda internacional deveria ser feita pelos próprios países doadores e ou pelas Nações Unidas.

Peritos estrangeiros encontram-se na Beira para perceber o nível de destruição e planificar os investimentos de acordo com as necessidades.

Mais de um milhão de moçambicanas foram afectadas pela passagem daquela tempestade tropical, a maioria carecendo de ajuda efectiva urgente.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Luto Nacional em Cabo Verde por morte do 1º bispo cabo-verdiano

O governo de Cabo Verde decretou dois dias de Luto Nacional ...

Cabo Verde    19 junho 2019

Presidenciais agendadas para 24 de novembro na Guiné-Bissau

O Presidente da República da Guiné-Bissau agendou, para 24 d...

Guiné-Bissau    19 junho 2019

Cimeira de Negócios Estados Unidos e África decorre em Maputo

A iniciativa vai de hoje a sexta-feira, envolvendo delegaçõe...

Moçambique    18 junho 2019

Fim da crise política na Guiné-Bissau?

A poucos dias do final do seu mandato, enquanto presidente d...

Guiné-Bissau    18 junho 2019

Corrupção e novos rostos no VII Congresso Extraordinário do MPLA

O VII Congresso Extraordinário do MPLA terminou com novidade...

Angola    18 junho 2019