Filipe Nyusi está, em Pequim, para participar no segundo Fórum de Cooperação Internacional Uma Faixa, Uma Rota. O Chefe de Estado moçambicano vai encontrar-se com o seu homólogo chinês para discutir financiamentos e investimentos naquele território lusófono.

A comitiva presidencial moçambicana integra os Ministros dos Negócios Estrangeiros, dos Transportes e Comunicações e da Agricultura e Segurança Alimentar, bem como vários vice-Ministros e funcionários governamentais.

A iniciativa das autoridades chinesa, no âmbito do seu programa de investimentos em países da Europa, Ásia e África, vai reunir, de quinta-feira a sábado, na capital do país, dirigentes e empresários dos quatro cantos do mundo.

O Presidente português é um dos Chefes de Estado que vão participar no evento. As autoridades de Pequim confirmaram a presença do Secretário-Geral da ONU, da Directora-Geral do FMI, para além de Chefes de Estado ou de Governo da Áustria, Grécia, Hungria, Itália, República Checa, Rússia, Sérvia, Suíça, Filipinas, Mongólia, Paquistão, Singapura, Tailândia, Vietname, Chile, Egipto e Quénia.

A nova rota da seda tem por objectivo a criação de infraestruturas de transportes e comunicações ligando a China a países dos Continentes africano e europeu.

Portugal é um dos poucos países da União Europeia que apoia a estratégia do executivo chinês.

Os dirigentes dos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Alemanha, França, Reino Unido, Espanha e Austrália não vão participar no encontro.

O segundo Fórum Uma Faixa, Uma Rota vai decorrer sob o lema – Construir um futuro mais brilhante. No evento será discutida a melhoria das ligações, novas fontes de crescimento e parcerias, bem como a promoção do desenvolvimento sustentável.

 

  

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Demitidos dois Ministro na Guiné-Bissau

O chefe do Governo guineense exonerou os titulares das pasta...

Guiné-Bissau    17 maio 2019

Milhares de brasileiros protestaram contra o Governo de Bolsonaro

As manifestações decorreram em mais de duas centenas de cida...

Brasil    16 maio 2019

Angola candidata-se à Organização Internacional da Francofonia

Aquele país lusófono pretende ser membro observador da comun...

Angola    16 maio 2019

Universitários brasileiros protestam contra cortes nos financiamentos

À iniciativa de estudantes que frequentam o ensino superior ...

Brasil    15 maio 2019

Presidente de Moçambique preocupado com ataques no Norte do país

Pela primeira vez, Filipe Nyusi assumiu publicamente a gravi...

Moçambique    15 maio 2019