Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi para um segundo mandato, o novo governo de Moçambique. Carlos Agostinho do Rosário, mantém a chefia do executivo do qual fazem parte 17 pastas.

Adriano Maleiane transita do anterior governo e mantém a pasta da Economia e Finanças. Já Verónica Macamo, ex-presidente da Assembleia da República, assume a pasta dos Negócios Estrangeiros e Cooperação. 

O presidente Filipe Nyusi exigiu que os novos ministros, nomeados sexta-feira (17/01) e que tomaram posse este sábado (18/01) trabalhem com vista ao alcance de resultados, com destaque para a melhoria da situação económica do país.

Durante a cerimónia o presidente da República falou dos desafios e da necessidade de agir. Filipe Nyusi afirmou que o novo governo irá "enfrentar grandes desafios que têm de vencer", mas acrescentou que há uma mensagem que é preciso fazer passar, a de que "o governo (...) deve trabalhar para que Moçambique continue a primar para uma economia mais diversificada".

O país tem, de facto, grandes desafios pela frente até porque ainda não conseguiu recuperar das catástrofes naturais que deixaram um rasto de destruição no ano passado.

 

(Foto: @NyusiConfioemti)

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019