As autoridades indonésias tinham decretado, ontem, alerta vermelho, para Bali, devido ao risco de erupção do vulcão Agung. Até aqui eram cinzas e uma imensa nuvem de fumo, até seis quilómetros de altura, que levou ao cancelamento de dezenas de voos, agora a lava pode começar a sair da cratera do vulcão, dizem as autoridades locais. Vários aeroportos da região foram encerrados, entre eles o de Bali, enquanto se espera que o Agung entre em erupção.

Cerca de 100.000 pessoas terão sido já foram retiradas das áreas ameaçadas, enquanto o Centro Nacional de Vulcanologia da Indonésia amplia a zona de exclusão e esclarece que o número de habitantes locais que serão obrigados a deixar tudo para trás poderá aumentar. 

A última vez que Monte Agung entrou em erupção foi em 1963, e fez mais de um milhar de mortos e devastou aldeias inteiras.

 

 

(Foto: Badan Nasional Penanggulangan Bencana - @HumasBNPB)

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Presidente de Timor solicita constitucionalidade de diplomas aprovados no Parlamento

Em causa está a nova formulação das Leis do Fundo Petrolífer...

Timor-Leste    13 agosto 2019

Alemanha suspende investimentos no Brasil

Na base da decisão está a política ambiental do Governo Bras...

Brasil    12 agosto 2019

Há 500 anos começava a primeira viagem de circum-navegação

Há 500 anos o português Fernão de Magalhães e o espanhol Seb...

Portugal    10 agosto 2019

Angola e Cabo Verde acordam fim da dupla tributação

Os governos de Angola e Cabo Verde assinaram, quinta-feira e...

Geral    09 agosto 2019

Umaro Sissoco Embaló é candidato às Presidenciais

O MADEM-G15, Movimento para a Alternância Democrata – G15, r...

Guiné-Bissau    09 agosto 2019