Os socialistas espanhóis apresentaram, ontem ao parlamento, uma moção de censura ao governo de Mariano Rajoy. Não era certo mas o apoio dos Nacionalistas Bascos ao PSOE acabou por fazer cair, já esta sexta-feira, o executivo do Partido Popular espanhol.

Esta sexta-feira, segundo dia de debate, a jornada começou com a ausência de Rajoy. A porta-voz dos socialistas mostrava-se incrédula com a não comparência do chefe do executivo que só viria a aparecer para assistir ao momento da votação que ditaria o seu fim enquanto líder do governo.

O líder dos socialistas, Pedro Sánchez, conseguiu reunir os votos necessários para derrubar Mariano Rajoy. Sucede-lhe, assim, na liderança do governo de Espanha.

 

(Foto: Palácio do Planalto)

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Pódios para surfistas brasileiros e portuguesa invisuais na Califórnia

Tem apenas 13 anos, chama-se Marta Jordão Paços e conquistou...

Geral    17 dezembro 2018

CPLP não pode ser vista como uma "comunidade de românticos"

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, CPLP, tem de a...

Angola    17 dezembro 2018

São Vicente quer TACV a voar para a Ilha

Mais de mil pessoas marcharam, no Mindelo, pela reposição do...

Cabo Verde    17 dezembro 2018

Secretário-geral da OPEP visita Angola

A deslocação, de dois dias, contempla reuniões com o Preside...

Angola    17 dezembro 2018

UNITA exige mais no combate à corrupção em Angola

Para o principal partido da oposição o que o Presidente ango...

Angola    16 dezembro 2018