Na reunião, o maior partido da oposição de São Tomé e Príncipe vai eleger o seu Presidente, bem como discutir e votar um novo Estatuto, que defina “as regras claras de um partido democrático”.

A força política, que Governou o país nas duas últimas legislaturas, está sem líder, depois de Patrice Trovoada ter apresentado a demissão, na sequência da perda da maioria absoluta e do afastamento da governação do país.

No entanto, o ex-Primeiro-Ministro são-tomense não descarta a possibilidade de concorrer ao cargo e de apresentar uma moção ao Congresso.

Patrice Trovoada faz depender o seu regresso do trabalho de reestruturação do partido de que o partido está a ser alvo até ao Congresso.

O Conselho Nacional da Acção Democrática Independente, para além de ter marcado a data do encontro, criou uma Comissão de Gestão para preparar o preparar.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Presidente moçambicano vai condecorar veteranos da luta pela libertação

Filipe Nyusi anunciou, no sábado, na Praça dos Heróis Moçamb...

Todas as Notícias    03 fevereiro 2019

Museu do Campo de Concentração do Tarrafal recebe 9000 visitas

Foram 22096 as pessoas que visitaram, em 2018, os museus de ...

Cabo Verde    03 fevereiro 2019

Luanda recebe navios encomendados por José Eduardo dos Santos

Chegaram a Angola seis dos 17 navios patrulha encomendados, ...

Angola    02 fevereiro 2019

Cinco partidos da Guiné-Bissau assinam acordo eleitoral

O entendimento, envolvendo PAIGC, PCD, PND, UN e PUN visa, e...

Guiné-Bissau    01 fevereiro 2019

Desastres como os de Mariana e Brumadinho podem repetir-se no Brasil

No país, mais de 700 barragens apresentam risco de ruptura c...

Brasil    01 fevereiro 2019