O presidente de Timor-Leste anunciou, esta sexta-feira, a dissolução do Parlamento e a convocação de eleições Legislativas antecipadas. Francisco Guterres pretende, desta forma, resolver a crise política que o país atravessa desde as eleições do ano passado e que deriva do facto do partido vencedor do escrutínio ser minoritário. Não se sabe, para já, a data das novas eleições:

"O Presidente da República confia no Povo, como o Povo confiou nele. E, está convencido, que o Povo deve ser chamado, mais uma vez, a ajudar com o seu voto, a ultrapassar o desafio, que se coloca á nossa jovem democracia. 


O Presidente conclama todo o Povo a Votar, em eleições parlamentares antecipadas.

Vamos todos, Votar pelo reforço da democracia, pelo Estado de direito!

O Presidente da República, no uso das suas competências, previstas no artigo 86o al. f) da Constituição da República Democrática de Timor-Leste, DECRETA a dissolução do Parlamento Nacional e a seu tempo vai convocar eleições parlamentares antecipadas nos termos da Constituição e da lei", afirmou o chefe de Estado. O comunicado lê-se na página do Facebook da Frente Revolucionária de Timor Leste Independente.

A Fretilin, de Mari Alkatiri, que estava no governo, não foi capaz de aprovar o Orçamento no parlamento, nem o Orçamento Retificativo, ao qual a oposição, maioritária na Assembleia, se opôs. 

   

 

 

(Foto: @Presidência da República Democrática de Timor-Leste)

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Prata para Portugal nos Mundiais de Atletismo

O atleta português João Vieira, de 43 anos, conquistou a med...

Portugal    01 outubro 2019

Empresa internacionais deixam de comprar produtos brasileiros

Entre essas firmas, encontram-se as marcas Timberland, Vanda...

Brasil    29 setembro 2019

Seca agrava-se no Sul de Angola

A falta de chuva está a afectar mais de dois milhões de pess...

Angola    27 setembro 2019

Pesticidas matam milhões de abelhas no Brasil

São milhões os enxames que desapareceram no sul do país. A r...

Brasil    25 setembro 2019

Guiné-Bissau celebra dia da Independência

Foi a 24 de novembro de 1973 que a Guiné-Bissau proclamava a...

Geral    24 setembro 2019