O Estado timorense adquiriu, à Shell, a participação que detinha no grupo de empresas que vai explorar aqueles campos petrolíferos, no Mar de Timor, passando a ser o sócio maioritário. A transacção custou mais de 260 milhões de euros. 

A petrolífero inglesa detinha pouco mais de 26 por cento do capital da associação de empresas. Pela compra da parcela da ConocoPhillips, o Estado timorense já possuía 30 por cento da companhia.

A partir de agora, 56 por cento cabem a Timor, 34 à Woodside e 10 à Osakla Gas. A posição maioritária do Estado timorense põe fim às dificuldades que as autoridades de Díli enfrentavam quanto à forma de desenvolvimento económico do projecto.

A compra vai permitir ao Governo timorense levar por diante a sua estratégia de construir a Unidade de Processamento do gás natural liquefeito, com origem nos campos petrolíferos do Grande Sol Nascente, no Sul do país.

Esta solução obriga à construção de condutas de várias milhas ente o local de extracção, no Mar de Timor, e Suai, no Sul do país.

 A ConocoPhillips, a Shell, a Woodside e a Osaka Gas sempre defenderam a centralização do projecto em território australiano, para conter os investimentos no mesmo.

A participação no grupo obriga a que Timor assuma os custos não só com o desenvolvimento da exploração, bem como os relacionados com a operação para levar o gasoduto para o território timorense.

Os campos do Maior Sol Nascente contêm reservas estimadas em mais de cinco triliões de pés cúbicos de gás.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Demitidos dois Ministro na Guiné-Bissau

O chefe do Governo guineense exonerou os titulares das pasta...

Guiné-Bissau    17 maio 2019

Milhares de brasileiros protestaram contra o Governo de Bolsonaro

As manifestações decorreram em mais de duas centenas de cida...

Brasil    16 maio 2019

Angola candidata-se à Organização Internacional da Francofonia

Aquele país lusófono pretende ser membro observador da comun...

Angola    16 maio 2019

Universitários brasileiros protestam contra cortes nos financiamentos

À iniciativa de estudantes que frequentam o ensino superior ...

Brasil    15 maio 2019

Presidente de Moçambique preocupado com ataques no Norte do país

Pela primeira vez, Filipe Nyusi assumiu publicamente a gravi...

Moçambique    15 maio 2019