O Presidente brasileiro inicia hoje, 29 de Agosto, uma visita de carácter oficial à China. A deslocação tem como objectivo atrair investidores do país para as privatizações.

O Governo de Michel Temer tem em carteira a venda a privados de 58 empresas públicas dos sectores portuário, energético, rodoviário e aeroportuário.

Estas transacções deverão fazer entrar nos cofres do Estado Brasileiro cerca de 13 mil milhões de dólares.

A política de privatizações tem sido contestada pela oposição e por sectores da sociedade brasileira. Estes consideram que o Governo está a desbaratar a riqueza pública.

A comitiva do Chefe de Estado integra 40 empresários.

Além do encontro com o Presidente e o Primeiro Ministro chineses, Michel Temer vai participar na Cimeira do BRICS – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – marcada para Xiamen.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019