A Procuradoria-Geral Federal brasileira deduziu nova acusação contra Lula da Silva e Dilma Rousseff. Os antigos Presidentes brasileiros são suspeitos de fazerem parte de uma organização criminosa que tinha como objetivo desviar fundos da petrolífera Petrobrás. Mais uma acusação no âmbito do caso Lava Jato. Lula e Dilma negam as acusações.

Rodrigo Janot, Procurador-geral brasileiro acusa ainda, de fazerem parte dessa rede, os antigos ministros da Fazenda, Antonoi Palocci e Guida Mantega; a presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), senadora Gleisi Hoffmann e o marido; o ex-ministro das Comunicações Paulo Bernardo e os ex-tesoureiros do PT João Vaccari e Edinho Silva.

Em comunicado, a assessoria de imprensa de Lula da Silva escreve que a acusação não tem "qualquer fundamento", e diz que este novo processo é "uma ação política". Lula da Silva pretende recandidatar-se às Presidenciais de 2018 e já anda em pré-campanha. Já Dilma Rousseff, fala de falta de "provas ou indícios da materialidade de crime". 

Cabe agora, como aliás se lê no comunicado do gabinete de imprensa da ex-Presidente, "ao Supremo Tribunal Federal", decidir se segue ou não com o processo. Para Rousseff o STF tem agora o papel de "garantir o amplo direito de defesa e reparar a verdade". 

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019