É a terceira vez que figuram no top dez do Relatório Global de Riqueza, elaborado  pelo New World Wealth com o apoio do Banco AfrAsia.

A empresa sul-africana de pesquisa rastreia o movimento da riqueza, no mundo, desde 2013. No foco da instituição encontram-se os detentores de fortunas, superiores a um milhão de dólares em activos, que abandonam os seus países.

A organização monitorizou a transferência de 12 mil brasileiros nesse patamar, o que coloca a Classe A do Brasil na sétima posição. Os milionários brasileiros só são superados por chineses, indianos, turcos, ingleses, franceses e russos.

Os brasileiros de posses procuram, sobretudo, Portugal, Estados Unidos e Espanha, como guarida.

No país que lhes deu a língua e um pedaço da sua história, os brasileiros investiram, em imobiliário, mais de mil milhões de dólares, no ano passado, face a 2015. Mais sete por cento do total no estrangeiro, no mesmo período.

Os autores do relatório consideram que a perda de milionários é, normalmente “um péssimo sinal”, revelando, na generalidade, os “graves problemas” com que os países se debatem.

A fuga de brasileiros ricos resulta da situação de crise financeira, económica e política, bem como do agravamento da violência no país.

No mundo, o movimento de fortunas não pára de aumentar. Em 2015 eram 64 e no ano passado 95 mil.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019