O território está entre os 20 países que vão beneficiar do programa participativo das Nações Unidas de melhoria das construções clandestinas.

O Governo cabo-verdiano aponta o próximo ano para o início das obras de recuperação das casas e de correcção dos problemas urbanísticos que os aglomerados de génese ilegal criam.

O projecto vai contar também com a participação da União Europeia, cujo papel foi determinante para a selecção de Cabo Verde, de acordo com as autoridades do arquipélago.

Em execução, neste domínio, encontra-se o Programa de Reabilitação, Requalificação. Neste domínio mais de 200 casas estão a ser reabilitadas.

A iniciativa vai desenvolver-se durante o ano em curso.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019