A verba, em euros, destina-se a financiar projectos energéticos, de transportes, bem como no âmbito da competitividade das empresas.

A quantia vem do Programa Regional para a Comunidade dos Estados da África Ocidental. O que sucede pela primeira vez de forma substancial.

O montante acresce aos 55 milhões de euros do Programa de Financiamento de Cabo Verde, que vai até 2020.

O Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial é um dos projectos a financiar pelo Programa para a África Ocidental. A unidade deverá receber dois milhões de euros.

A unidade de alta tecnologia, a construir em parceria com a agência de cooperação do Luxemburgo, vai prestar serviço aos países da Região e promover a formação de formadores na área das energias renováveis.

A União Europeia e Cabo Verde estão a comemorar os 10 anos da Parceria Especial.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019