A falha decorre da falta de dinheiro para honrar os seus compromissos. Assim, o Estado falha o pagamento dos juros de uma linha de crédito de 726 milhões de dólares, que deveria ter sido feita ontem, 18 de Julho.

Maputo avisou os credores através de uma nota em inglês no portal do Ministério da Economia e Finanças de Moçambique.

Na comunicação acrescenta-se que a “capacidade de pagamento continua extremamente limitada” este ano.

Nestas circunstâncias, o Governo de Moçambique considera que a solução para a crise da dívida soberana passa pela reestruturação respeitando o interesse dos investidores, respeitando as necessidades de desenvolvimento do país.

Por outro lado, o executivo abre a possibilidade de não pagar as chamadas dívidas escondidas, recorrendo à fundamentação de várias organizações que argumentam que esses empréstimos são ilegais.

No entanto, diz-se “empenhado em encontrar uma resolução colaborativa e consensual para a crise financeira actual através do diálogo” com os detentores dos títulos de dívida soberana e dos credores dos empréstimos das empresas públicas.

Moçambique entrou em crise no ano passado, na sequência da eclosão do escândalo das dívidas escondidas.

Os parceiros internacionais suspenderem os seus apoios e a crise explodiu. A moeda desvalorizou a pique e a inflação ultrapassou os 25 por cento.

O reatamento das ajudas internacionais ficou dependente de auditoria independente às dívidas escondidas, já concluído, aguardando-se as reacções dos parceiros internacionais, nomeadamente dos países doadores e do Fundo Monetário Internacional.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019