As Nações Unidas necessitam de mais de nove milhões de euros para ajudar as vítimas do ciclone Dineo.

A organização só conseguiu um quarto do financiamento necessário para socorrer as populações.

Como o apelo que esteve activo de 1 de Março a 1 de Junho não atingiu os objectivos, a entidade renovou-o, com a indicação de urgente, com o fim de angariar o que falta.

Como as verbas obtidas só cobrem 150 mil das 550 mil pessoas afectadas pelo ciclone de 15 de Fevereiro.

O fenómeno climático causou sete mortes e destruiu cerca de 20 mil habitações.

Para a ONU, a organização está numa “corrida contra o tempo” para conseguir o apoio de que dependem “as vidas das pessoas e o seu bem-estar”.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019