O projecto vai ser apresentado, em breve, à FAO. Uma comissão está a preparar o programa que pretende dinâmico e com retorno positivo para o país.

Logo que esteja pronto, o que deverá acontecer até ao final do ano, o documento será entregue ao Governo que liderará o processo a partir daí.

Prevê-se que, no principio do ano, a candidatura de São Tomé seja apresentada ao Fundo das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura.

A comissão promoveu já seminários destinados a recolher mais valias para o plano e a promover a exploração racional da floresta e a conservação da biodiversidade no arquipélago.

Para o Coordenador do For Bio, o país tem de reunir cinco requisitos que compreendem a segurança alimentar, a biodiversidade, o aspecto paisagístico e as tradições das comunidades relativas ao sistema agroflorestal.

A decisão da FAO deverá ser conhecida dentro um ano a um ano e meio.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019