Dois aviões e 28 militares brasileiros entraram ao serviço das autoridades chilenas no combate às chamas que afectam o país desde Dezembro.
 
As aeronaves da Força Aérea Brasileira estão equipadas com tanques de água para combater o fogo.
 
Os aparelhos levaram equipamento de apoio, nomeadamente piscinas insufláveis para o abastecimento dos seus reservatórios de água.
 
As aeronaves operam a cerca de 45 metros de altitude espalhando água de cinco tanque sobre as chamas. Podem despejar a totalidade da carga, que pode chegar a 12 mil litros de água, ou fazer três lançamentos menores.
 
Por segurança, no solo, os bombeiros evacuam a área antes da acção dos aviões.
 
Mais de 100 incêndios estão activos no Chile. Os sinistros já mataram 11 pessoas e transformaram em cinza 374 mil hectares de floresta e mato.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019