O antigo Primeiro-Ministro guineense promete lutar, de forma “incansável”, pela unidade do país, bem como pelo fim da impunidade que grassa no território.

Perante dezenas de apoiantes, afirmou que vai esforçar-se para que “a verdade, a fraternidade e a solidariedade imperem no seio dos guineenses”, e pela promoção de “uma genuína e consistente reconciliação nacional”.

para que a Guiné-Bissau se afirme pela solidez das suas instituições e órgãos e se diga não à irresponsabilidade e à impunidade, por forma a se

Este ex-chefe de Governo, afastado do poder em 2012, na sequência de golpe militar, apresenta-se como um homem de diálogo promotor da compreensão entre os guineenses de todos os quadrantes.

Aquele que foi dirigente do PAIGC de 2002 a 2014, coloca-se como um interlocutor aberto, quer no quadro institucional - com os diferentes Órgãos de Soberania, partidos políticos, instituições militares – quer no âmbito da sociedade civil, citando, neste particular, “o sector privado, as instituições religiosas, estudantes, jovens e mulheres”.

A apresentação oficial da sua candidatura decorreu em Ponta Gardete, nos arredores de Bissau.

Carlos Gomes Júnior é o segundo político a apresentar-se como candidato às Eleições Presidenciais, marcadas para 24 de Novembro. O Primeiro foi Umaro Sissoco Embaló, que conta com o apoio do MADEM. A segunda força política da Guiné-Bissau optou pelo antigo Primeiro-Ministro, depois de José Mário Vaz ter solicitado o apoio à sua recandidatura. O Presidente cessante anunciou, no mês passado, que anunciaria, em breve, se entraria na corrida eleitoral, mas até ao momento ainda não o fez

No sei do PAIGC, duas personalidades mostraram-se disponíveis para apresentar candidaturas, Cipriano Cassamá, Presidente do Parlamento, e Domingos Simões Pereira, Presidente do Partido.

A escolha do candidato da força política criada por Amílcar Cabral deverá passar, dada a existência de vários potenciais candidatos, pela realização de primárias.

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019

Ponte desaba no Norte de Moçambique

A queda da infraestrutura deixa milhares de pessoas isoladas...

Moçambique    28 dezembro 2019

Autoridades portuguesas desmantelam rede de imigração ilegal

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras desarticulou um grupo...

Portugal    22 dezembro 2019