O Brasil assinou um acordo de coprodução cinematográfica com a China. O documento foi assinado, sexta-feira, durante a visita oficial do presidente Michel Temer ao país mas vinha a ser negociado, há mais de uma década, pelo Ministério da Cultura.

O acordo, que pretende impulsionar a produção de cinema dos dois países, entra em vigor depois de ser aprovado pelo Congresso Nacional, e ter o aval da Presidência. O ministro da Cultura brasileiros espera que esta aposta estimule a circulação das obras brasileiras no mercado internacional e promova a coproduções internacionais envolvendo criadores e produtores brasileiros: 

"Será um grande estímulo ao crescimento do setor audiovisual do Brasil, que hoje já responde por cerca de 0,46% do PIB e apresenta um vasto potencial de expansão e de contribuição para o desenvolvimento do País", afirmou Sérgio Sá Leitão.

O acordo fará com que os filmes realizados em parceria pelos dois países tenham acesso aos mecanismos públicos de financiamento disponíveis no Brasil e na China.

 

(Foto: Ministério da Cultura do Brasil @MinisterioDaCultura)

Comentar

Comentários   

0 # invenna 06-07-2020 01:35
Amoxicillin Long Term Use For Kidneys NusaCrup Cialis Epipasyday Nexium Online Order Clerge canadian pharmacy cialis 20mg vomobrer cialis erection without ejaculation
Responder | Responder com citação | Citar
{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019