O Novo Banco Cabo Verde custou aos cofres do estado 1 milhão e 250 mil contos, mais de 9 mil euros, mas as perdas podem chegar quase aos 2 milhões de contos, mais de 18 mil euros. Quem o diz é o ministro das Finanças cabo-verdiano no seu perfil de Facebook depois de ser ouvido pela Comissão Parlamentar de Inquérito ao processo Novo Banco.

"A resolução foi a melhor medida. Aliás, o Novo Banco nunca deveria ter sido criado, pelo que não poderíamos deixar arrastar a situação", afirma Olavo Coreia acrescentando que os resultados da instituição bancária, em 2016, foram "os piores de sempre" e que o Novo Banco "não tinha um modelo de negócio passível de aportar viabilidade económico-financeira".  

Segundo o detentor da pasta das Finanças cabo-verdianas, no ano passado o prejuízo do banco foi de cerca de 285 mil contos, aproximadamente 2500 euros. Valores baixos quando comparados com os milhões perdidos pela banca europeia mas é preciso ter em consideração que o salário mínimo cabo-verdiano é de 11 mil escudos, o que corresponde a menos de 100 euros.

"O Novo Banco não fazia e não faz falta nenhuma ao mercado financeiro cabo-verdiano, antes pelo contrario. E estamos a criar soluções num quadro transparente para introduzirmos mecanismos de microfinanças, em parceria com os bancos da praça", refere Olavo Coreia na referida rede social. 

Para o ministro o processo de resolução do Novo Banco foi "muito bem conduzido" já que se evitou o "contágio sobre o sistema financeiro" e se protegeram "todos os depositantes, incluindo o INPS e principalmente as famílias cabo-verdianas".

Verdadeiramente lesados neste processo, admite o governante, são os trabalhadores da instituição bancária que perderam os empregos.

 

(Foto: @MinistroFinancasOficial)

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019