O governo de Cabo Verde cancelou mais um concurso de subconcessão, desta vez dos principais portos do país. O concurso foi lançado a 15 de julho de 2015, pelo anterior executivo, e tinha sido ganho, um deles, pela Grupo francês Bolloré.

O anterior governo pedia propostas para duas subconcessões distintas, uma para os portos da Praia e do Mindelo e outra para o de Palmeira e Sal-Rei, Sal e Boa Vista. O Grupo Bolloré foi a única empresa a candidatar-se, e para o primeiro grupo de portos.
 
Agora, e "após uma aprofundada análise do processo", como se lê no comunicado divulgado, esta terça-feira, pelo atual governo cabo-verdiano, concluiu-se "que o modelo de subconcessão, anteriormente adotado para a exploração dos principais portos de Cabo Verde, não responde às exigências da nova visão e da estratégia definidas para o sector", situação que se tinha já verificado com a subconcessão dos estaleiros de Cabo Verde.
 
"O Governo está empenhado em imprimir eficácia e competitividade ao sistema nacional de portos, o que recomenda a negociação de fórmulas de cooperação com o sector privado, desde logo com as empresas que possuem know-how relevante em matéria de logística portuária, capacidade de investimento e network necessários que permitam assegurar que os portos de Cabo Verde assumam uma posição efetivamente estratégica ao nível do Atlântico médio", lê-se no documento.
 
O executivo vê-se assim no direito, e apoiado no ponto 2.1.6. do «Programa de Concurso/Caderno de Encargos», de cancelar o concurso internacional.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019