Victor Osório foi afastado pelas associações regionais da modalidade, na sequência da polémica sobre o final do campeonato nacional.

A decisão foi tomada em Assembleia-Geral Extraordinária. A favor da posição, votaram nove das 11 associações de futebol de Cabo Verde. As do Sal e Santo Antão Norte abstiveram-se. Na reunião foi mandatada uma Comissão para gerir os destinos federativos até à eleição de uma nova Direcção para o organismo.

A junta é liderada pelo Presidente da Associação de Santiago Sul, Mário Donnay Avelino, coadjuvado pelo seu homólogo da Associação do Fogo, Pedro Pires, contando com três vogais.

O elenco vai reunir-se em breve com a Direcção destituída para ter um ponta da situação das actividades e poder cumprir “todos os compromissos”.

Na origem da exoneração encontra-se o caso relativo à meia-final entre a Ultramarina de São Nicolau e o Sport Clube Mindelense, de São Vicente.

O jogo da primeira mão, realizado em São Nicolau, foi adiado, já que, por falta de transportes, nem todos os jogadores visitantes conseguiram estar presentes à hora do jogo.

Depois de dois adiamentos, à terceira não foi de vez, pois as chaves não apareceram para abrir o estádio Orlando Rodrigues de São Nicolau.

Depois, sem se ter realizado o jogo da primeira mão, por indicação dos órgãos gestores do futebol de Cabo Verde, efectuou-se a segunda eliminatória e as coisas complicaram-se.

A Federação resolveu anulá-la e marcar as duas partidas das meias-finais.

Só que a Ultramarina só joga uma e o Midelense quer passar já à final devido ao caso das chaves e pede uma indemnização de 10 mil euros, por danos devido ao prolongamento do Campeonato.

Neste contexto, o clube de São Nicolau faltou ao primeiro jogo das meias-finais e foi punido com derrota pela Federação. Assim, a equipa de São Vicente passou à final. O Mindelense impugnou  a decisão e quer a anulação do Campeonato Nacional.

Este caso está agora nas mãos da Comissão gestora da Federação cabo-verdiana de futebol. 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019