O acidente envolveu uma composição de mercadorias onde seguiam 27 pessoas. Seis dos corpos ainda se encontram entre os destroços

O sinistro provocou ainda nove feridos com fracturas e escoriações múltiplas. Estes ocupantes são parte da equipa de 24 agentes privados que fazia a segurança do comboio. Os sinistrados encontram-se internados no Hospital de Chimoio.

A máquina, onde seguiam três tripulantes, puxava 29 vagões com alimentos e painéis solares, assim como três cisternas carregadas de combustível.

A sua marcha iniciou-se ao princípio da manhã de ontem, dia 22 de Maio, e tinha como destino o Zimbabué.

O acidente ocorreu em Belas, na Linha de Machipanda . Esta ferrovia, com mais de 300 quilómetros, liga Moçambique ao Zimbabué, sendo constituída por 14 estações e 29 apeadeiros.

A circulação encontra-se interrompida entre as estações de Belasse e Belas dado que o material sinistrado impede a circulação.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Presidente de Timor solicita constitucionalidade de diplomas aprovados no Parlamento

Em causa está a nova formulação das Leis do Fundo Petrolífer...

Timor-Leste    13 agosto 2019

Alemanha suspende investimentos no Brasil

Na base da decisão está a política ambiental do Governo Bras...

Brasil    12 agosto 2019

Há 500 anos começava a primeira viagem de circum-navegação

Há 500 anos o português Fernão de Magalhães e o espanhol Seb...

Portugal    10 agosto 2019

Angola e Cabo Verde acordam fim da dupla tributação

Os governos de Angola e Cabo Verde assinaram, quinta-feira e...

Geral    09 agosto 2019

Umaro Sissoco Embaló é candidato às Presidenciais

O MADEM-G15, Movimento para a Alternância Democrata – G15, r...

Guiné-Bissau    09 agosto 2019