A iniciativa vai de hoje a sexta-feira, envolvendo delegações governamentais de vários países africanos e de Whashington, bem como empresários.

Entre os participantes encontram-se pelo menos dez Presidentes, no entanto Donald Trump prima pela ausência.

O evento – que tem como lema, Promover uma parceria resiliente e sustentável entre os Estados Unidos da América e África – pretende ser, segundo os seus organizadores, uma plataforma de promoção de negócios e investimentos entre as empresas privadas daquele país norte-americano e do Continente africano.

As autoridades moçambicanas que o encontro seja uma grande oportunidade para o país aceder ao exigente mercado do petróleo e gás.

Hoje, o consórcio liderado pela empresa norte-americana, Anadarko, anuncia a “Decisão Final de Investimentos” para a exploração de gás na Bacia do Rovuma. O empreendimento, o maior no norte de Moçambique, está avaliado em 20 mil milhões de euros, o dobro do Produto Interno Bruto do país.

No ano passado, de acordo com o Banco de Moçambique, aquele território exportou para os Estados Unidos mercadorias avaliadas em cerca de 90 milhões de euros, tendo importado quase o dobro.

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Brasil vence Taça América

A seleção canarinha ganhou ao Peru, por três bolas a uma, na...

Brasil    08 julho 2019

Equipas lusófonas entram a perder nos Mundiais de Hóquei em Patins

Angola, em masculinos, e Portugal, em femininos, não lograra...

Geral    07 julho 2019

Centro Cultural Cabo Verde nasce em Lisboa

Foi inaugurado o Centro Cultural Cabo Verde, um pólo de prom...

Cabo Verde    07 julho 2019

Português Tiago Ferreira é campeão da Europa de Maratona BTT

Tiago Ferreira venceu o campeonato da Europa de Maratona BTT...

Portugal    07 julho 2019

Começa hoje o Mundial de Hóquei em Patins

A fase de grupos da prova começa hoje, 6 de Julho, em Barcel...

Geral    06 julho 2019