A editora de publicações de turismo colocou São Tomé e Príncipe nos dez destinos que os seus clientes não devem perder. O país foi escolhido pelas suas paisagens “surreais”, “praias desertas” de “águas tropicais” e a selva que envolve tudo, nomeadamente “as plantações de açúcar, cacau e café”, bem como as “importantes relíquias” do tempo do “comércio de escravos”.

No guia Lonely Planet´s Beste in Travel 2019, destaca que o país ainda se encontra fora dos circuitos turísticos internacionais, constituindo uma oportunidade para se fazer caminhadas, escaladas e mergulho em águas rasas.

As ilhas Maravilhosas surgem na nona posição na lista dos países escolhidos. O rol é liderado pelo Sri Lanka, seguido da Alemanha e Zimbábue. Depois vêm Panamá, Quirguistão, Jordânia, Indonésia e Bielorussia. O Belize fecha o inventário dos dez países a visitar no próximo ano.

O Grupo Lonely Planet, detido maioritariamente pela BBC Worldwide, é a maior editora de publicações de viagens do mundo, dispondo de publicações digitais e em papel, para além de portal na Internet.

 

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

CEDEAO quer fim de contenda eleitoral

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, que ...

Guiné-Bissau    12 fevereiro 2020

Novo governo moçambicano toma posse

Tomou posse, dois dias depois da investidura de Filipe Nyusi...

Moçambique    18 janeiro 2020

Filipe Nyusi toma posse para um segundo mandato

Filipe Nyusi tomou posse, esta quarta-feira, para um segundo...

Moçambique    16 janeiro 2020

Umaro Sissoco Embaló eleito Presidente da Guiné-Bissau

O candidato do MADEM ultrapassou Domingos Simões Pereira por...

Guiné-Bissau    01 janeiro 2020

Guineenses votam para Presidente da República

Os eleitores da Guiné-Bissau encolhem entre Domingos Simões ...

Guiné-Bissau    29 dezembro 2019