O MADEM - G15 anunciou ontem, em conferência de imprensa, que apresentou reclamações junto da Comissão Nacional de Eleições depois de não ter obtido resposta das Comissões Regionais.

Depois do líder do PAIGC, Domingos Simões Pereira, ter afirmado que não contestaria os dados divulgados pela CNE o diretor de campanha do segundo partido mais votado, Marciano Barbeiro, esclareceu que espera que o órgão máximo eleitoral "seja competente" para, de "forma serena e tranquila", apreciar os elementos que apresentou e que, acredita, provarão que os resultados eleitorais que alcançou foram diferentes. 

De acordo com os resultados anunciados pela CNE o Madem - G15 elegeu 27 dos 102 deputados do próximo parlamento guineense, o PAIGC 47, o Partido da Renovação Social 21, a Assembleia do Povo Unido – Partido Democrático da Guiné-Bissau cinco, a União para Mudança e o Partido da Nova Democracia, conseguiram um assento cada.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

União Africana satisfeita com desempenho eleitoral da Guiné-Bissau

A Missão da União Africana faz um balanço positivo das Eleiç...

Guiné-Bissau    12 março 2019

PRS afasta cenário de maioria absoluta na Guiné-Bissau

O Partido da Renovação Social, PRS, foi o último, das princi...

Guiné-Bissau    12 março 2019

PAIGC clama vitória, MADEM - G15 diz que não há governo sem coligação

PAIGC e MADEM - G15 reagiram ontem, não aos resultados ou pr...

Guiné-Bissau    12 março 2019

CEDEAO faz avaliação positiva das Legislativas guineenses

Em conferência de imprensa, de apresentação da declaração pr...

Guiné-Bissau    12 março 2019

Portugal é campeão europeu de Atletismo em Pista Coberta INAS

A seleção portuguesa de Atletismo ANDDI/FPA19 conquistou...

Portugal    10 março 2019