Nos últimos três anos, a compra desses bens ao estrangeiro atingiu os sete mil e seiscentos milhões de euros. O Governador do Banco de Angola reconhece que a quantia tem um peso “muito grande” na balança de pagamentos e nas reservas internacionais do país. Metade dessas importações foram pagas pelo Estado e tiveram como destino à Cesta Básica.

Neste contexto, José de Lima Massano considera que é necessário mudar a situação. Desta forma, o dirigente coloca-se em linha com as políticas do Governo de redução da dependência externa através da aposta na agricultura.

Nesse sentido, o Banco Central angola lançou um conjunto de normas visando facilitar o crédito ao sector. As novas regras definem uma taxa de juro inferior ou igual sete e meio por cento ao ano, incluindo comissões, e indica que as instituições bancárias angolanas devem afectar, pelo menos dois por cento do activo registado no ano passado, a empréstimos para projectos agro-alimentares.

Com esta medida, o Banco de Angola não só facilitar o crédito ao sector, como também reduzir as importações” e manter as reservas de moeda estrangeira em níveis “confortáveis”.

Aquela entidade estima em 728 milhões de euros o montante do crédito disponível para investimentos na área.

A prioridade vai para a produção de 54 produtos seleccionados pelo executivo no início do ano, privilegiando os produtos do cabaz de alimentos de primeira necessidade destinado aos mais desfavorecidos.

O Governo angolano tem em marcha um programa visando de seis para dezasseis por cento o peso da agricultura no Produto Interno Bruto do país.

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Cabo Verde primeiro país africano a aderir à descarbonização dos transportes

A cerimónia de adesão à referida Aliança decorreu hoje, 24 d...

Cabo Verde    24 abril 2019

Tribunal reduz pena a Lula da Silva

O Superior Tribunal de Justiça do Brasil decidiu passar de 1...

Brasil    24 abril 2019

Aprovada proposta de lei para criação de autarquias em Angola

Foi aprovada, pelo Parlamento angolano, na generalidade, a p...

Angola    23 abril 2019

Presidente de Moçambique na China

Filipe Nyusi está, em Pequim, para participar no segundo Fór...

Moçambique    22 abril 2019

Países lusófonos entre a boa e a difícil situação no que toca a liberdade de imprensa

Portugal subiu dois lugares na classificação dos Repórteres ...

Geral    22 abril 2019