Filipe Nyusi anunciou, no sábado, na Praça dos Heróis Moçambicanos, na cidade de Maputo, que vai iniciar-se um movimento de condecoração de todos os combatentes da luta de libertação de Moçambique do colonialismo português. Os moçambicanos condecorados receberão a medalha "Veterano da Luta de Libertação Nacional". Um processo que o chefe de Estado diz decorrerá de "forma criteriosa e faseada no quadro do Sistema de Títulos Honoríficos e Condecorações", do país. Nyusi falava durante a cerimónia de exaltação dos heróis moçambicanos, que coincidiu com os 50 anos da morte do herói nacional, Eduardo Chivambo Mondlane.

"Queremos, com este acto, revelar à Nação e ao Mundo, o compromisso do povo moçambicano de imortalizar o legado de Eduardo Mondlane e de valorizar e honrar os feitos daqueles que lutaram para a independência do país", escreve o Presidente no seu perfil de Facebook.

Moçambique é uma antiga colónia portuguesa que se tornou independente a 25 de junho de 1975.

(Foto: @NyusiConfioemti)

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

Cabo Verde primeiro país africano a aderir à descarbonização dos transportes

A cerimónia de adesão à referida Aliança decorreu hoje, 24 d...

Cabo Verde    24 abril 2019

Tribunal reduz pena a Lula da Silva

O Superior Tribunal de Justiça do Brasil decidiu passar de 1...

Brasil    24 abril 2019

Aprovada proposta de lei para criação de autarquias em Angola

Foi aprovada, pelo Parlamento angolano, na generalidade, a p...

Angola    23 abril 2019

Presidente de Moçambique na China

Filipe Nyusi está, em Pequim, para participar no segundo Fór...

Moçambique    22 abril 2019

Países lusófonos entre a boa e a difícil situação no que toca a liberdade de imprensa

Portugal subiu dois lugares na classificação dos Repórteres ...

Geral    22 abril 2019