Filipe Nyusi anunciou, no sábado, na Praça dos Heróis Moçambicanos, na cidade de Maputo, que vai iniciar-se um movimento de condecoração de todos os combatentes da luta de libertação de Moçambique do colonialismo português. Os moçambicanos condecorados receberão a medalha "Veterano da Luta de Libertação Nacional". Um processo que o chefe de Estado diz decorrerá de "forma criteriosa e faseada no quadro do Sistema de Títulos Honoríficos e Condecorações", do país. Nyusi falava durante a cerimónia de exaltação dos heróis moçambicanos, que coincidiu com os 50 anos da morte do herói nacional, Eduardo Chivambo Mondlane.

"Queremos, com este acto, revelar à Nação e ao Mundo, o compromisso do povo moçambicano de imortalizar o legado de Eduardo Mondlane e de valorizar e honrar os feitos daqueles que lutaram para a independência do país", escreve o Presidente no seu perfil de Facebook.

Moçambique é uma antiga colónia portuguesa que se tornou independente a 25 de junho de 1975.

(Foto: @NyusiConfioemti)

Comentar

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Notícias Recentes

PAIGC avança para primárias antes das Presidenciais

O Partido para a Independência da Guiné-Bissau e Cabo Verde ...

Guiné-Bissau    22 agosto 2019

Carlos Gomes Júnior apresenta candidatura a Presidente da Guiné-Bissau

O antigo Primeiro-Ministro guineense promete lutar, de forma...

Guiné-Bissau    14 agosto 2019

Presidente de Timor solicita constitucionalidade de diplomas aprovados no Parlamento

Em causa está a nova formulação das Leis do Fundo Petrolífer...

Timor-Leste    13 agosto 2019

Alemanha suspende investimentos no Brasil

Na base da decisão está a política ambiental do Governo Bras...

Brasil    12 agosto 2019

Companhia Aérea de Cabo Verde retoma voos domésticos

A empresa vai operar para as ilhas de Santiago e São Vicente...

Cabo Verde    12 agosto 2019